"A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística."

.

.

.

.

.