"Se queres compreender a vida, começa por compreender a ti mesmo; no silêncio, cada um se confesse aquilo que ninguém lhe diz." (E. Von Feuchtersleben)

.

.

.

.

.